Buscar

1º de outubro, dia do Idoso: conheça a história do Lar de Idosos de Clevelândia

01/10/2019

Por: Loidi Ferst

Contato: lex.jornalismo@gmail.com

Algumas das atividades desenvolvidas com os idosos.

Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Internacional do Idoso, celebrado no dia 1º de outubro, é uma oportunidade para que as pessoas lembrem que a idade chega para todos, e que, com ela, novas dificuldades surgirão, assim como novas experiências e desafios. Afinal, respeitar a pessoa idosa é tratar o próprio futuro com respeito.


Dessa forma, resolvemos contar um pouco da história do Lar da 3ª Idade João Paulo II.


O Lar da 3ª Idade João Paulo II, é uma entidade sem fins lucrativos, de caráter filantrópico fundado em Clevelândia no dia 24 abril de 2007.


Atividades Desenvolvidas

Alguns idosos participam do Curso de Inclusão Digital para idosos, disponibilizado através de uma parceria da Faculdade FAMA com o CRAS de nossa cidade. Participam do projeto: Convivência e Fortalecimento de Vínculos-projeto Idosos Unidos e BPC em ação: com aulas de artesanato e coordenação psicossocial com acompanhamento e orientações das técnicas do CRAS, através da assistente social, psicóloga e supervisão da pedagoga do serviço.


Uma vez acolhidos no Lar, os idosos recebem apoio e amparo, tais como: atendimento médico, odontológico e fisioterapêutico, além de alimentação adequada acompanhada por nutricionista, cuidados com higiene, alojamento e lazer. O atendimento médico é feito através do SUS com visita domiciliar pelo médico do PSF, ou de acordo com a necessidade é levado ao Pronto Atendimento, sendo o transporte feito através de ambulância, SAMU e outros veículos disponibilizados pela Rede de Saúde Pública.


Além de atendimento fisioterapêutico, praticam caminhadas e exercícios em alguns equipamentos de academia instalados na praça próximo ao Lar. Recebem visita das igrejas, através dos Padres, Ministros, Pastores e demais pessoas, grupos e movimentos da nossa comunidade.


Atendimentos

Atualmente, a entidade conta com 34 asilados, sendo 10 do sexo feminino e 24 masculino, com idade superior a 60 anos, vindos de Clevelândia e demais cidades da região. Desde o inicio da atual administração (08/2009) foram atendidas aproximadamente 156 pessoas.


Colaboradores

O quadro de funcionários é composto de 11 pessoas, sendo: uma cozinheira e uma auxiliar, uma enfermeira, uma técnica em enfermagem, cinco cuidadoras de idosos (turnos), uma servente e um auxiliar, Além das funcionárias, o Lar possui prestadores de serviços: um fisioterapeuta, uma nutricionista, uma coordenadora e um médico voluntário.


Manutenção e Colaboração

O Lar é mantido principalmente com o valor do benefício do INSS e Amparo Social de cada asilado no valor de um salário mínimo mensal, cujo montante fica aquém das necessidades. Recebe doação financeira, de alimentos, roupas, material de higiene, limpeza e fraldas. Os medicamentos são fornecidos pela rede pública de saúde, com exceção de alguns que se torna necessário comprar.



INFORMATIVO

Veja Também

19.06.png
Lôgo - Azul-min.png
Imagem3.jpg

 AMIGOS DA

 NOSSA CULTURA