Buscar

Clevelandense é feito refém após ter caminhão roubado

13/05/2020

Jonh Petrolli

O caminhoneiro, Jonh Petrolli,  foi mantido refém por 12 horas após ter seu caminhão VW 24-250, placa 8750,  roubado na região Oeste do Paraná. O motorista saiu na madrugada de domingo(10) por volta das 04h00 de Clevelândia, sua cidade, carregado com telhas e argamassa para entregas em diversos pontos do Estado.


O desaparecimento do clevelandense foi publicado nas redes sociais, com o intuito de localizá-lo, pois não havia chegado no destino inicialmente informado.


Petrolli contou que já estava amanhecendo quando na cidade de Capitão Leonidas Marques  foi fechado por uma caminhonete e dois homens com toucas balaclava e armados anunciaram o roubo. Após retirado do caminhão,  foi colocado com os olhos vendados dentro da caminhonete, onde se encontravam outros dois homens que o mantiveram no chão sob a mira de armas.


Após percorrer por algum tempo foi mantido até a noite sob guarda de um homem, que lhe ofereceu comida e água, sem que pudesse reconhecer o local que se encontrava.

Mais tarde, com a chegada de outros integrantes do grupo foi novamente colocado em um carro e deixado em uma plantação de milho, após ser ordenado que corresse para não morrer. Na sequência encontrou uma casa onde pediu socorro mas foi expulso do local. Sem apoio continuou a caminhada entre estrada de chão e asfalto até alcançar a rodovia.


Próximo a um posto de combustíveis foi encontrado por colega de estrada, o também clevelandense, Evandro Monson. Relatou que exausto, machucado e em pânico não conseguia lembrar dos contatos telefônicos da família para avisar que já estava em segurança. O comunicado foi feito pelo amigo  e na manhã desta terça-feira foi acolhido pelos familiares na cidade de Clevelândia.


Ivan Cezar Fochzato/ RBJ

INFORMATIVO

Veja Também

19.06.png
Lôgo - Azul-min.png
Imagem3.jpg

 AMIGOS DA

 NOSSA CULTURA