Buscar

Em concurso internacional, clevelandenses recebem Menção Honrosa na produção de livros infantis

14/12/2020

Por Loidi Ferst

Três equipes de brasileiros ficaram entre os dez finalistas do concurso internacional para produção de uma cartilha para crianças sobre Biodiversidade do Solo. O Brasil registrou 12 inscrições e ocupou o 3º, 7º e 9º lugares e ainda registrou quatro menções honrosas.


Uma dessas menções foi para a equipe formada por duas clevelandenses e uma palmense, Agnes Mitsuyo Shimosaka, Cheila da Silva Chagas e Jessana Priscila Moccelini de Araújo. Ficando em 11ª lugar, o nome do projeto é: The world under our feet. Keep soil alive, protect soil biodiversity, e foi o único projeto brasileiro aplicado de forma independente, os outros foram de instituições ou universidades. Participaram do concurso mais de 100 livros de 60 países. A divulgação do resultado aconteceu dia 5 de dezembro, dia mundial do solo em um evento online transmitido para o mundo inteiro.


O “Children’s book contest on Soil Biodiversity” foi lançado por meio de uma parceria entre a União Internacional de Ciência do Solo (IUSS), a FAO/ONU e a Aliança Global pelos Solos (GSP) para celebrar o Dia Mundial do Solo, em 2020. O lema para construção do material foi “Manter o solo vivo, proteger a biodiversidade do solo”. Os livros, destinados a crianças de 6 a 11 anos, destacam os riscos associados à perda da biodiversidade do solo e ilustram o papel vital que o solo e a biodiversidade desempenham na sustentação do bem-estar humano, garantindo a produtividade agrícola futura e a sustentabilidade ambiental.


O concurso faz parte do projeto da “IUSS vai à escola”, criado para sensibilizar crianças e adolescentes sobre a importância dos solos. Os objetivos do concurso foram: promover o conhecimento científico e dar visibilidade à importância da biodiversidade do solo; aumentar a consciência sobre a urgência de proteger a biodiversidade do solo; estimular atividades educacionais e o engajamento e participação de jovens e escolas em ciências do solo.


Jessana Priscila Moccelini de Araújo

Ao Portal Meiga Terra, Jessana Moccelini, contou como surgiu a oportunidade de paricipar: "Eu sou arquiteta e faço trabalhos artísticos, então uma amiga minha agrônoma, Agnes Shimosaka (natural de Palmas), me convidou para participar desse projeto como ilustradora. Também convidou a Cheila Chagas (também natural de Clevelândia). Elas cursaram agronomia juntas. Nós produzimos o material em 2 semanas. A Agnes e a Cheila, produziram o texto e depois, com o texto pronto, eu fiz as ilustrações finais. Foram mais de 100 projetos inscritos com candidatos de 60 países. Nós ficamos em 11˚ lugar e recebemos menção honrosa".


Informações: Sociedade Brasileira de Ciência e Solo


150 visualizações

INFORMATIVO

Veja Também

Imagem1.jpg
09.2020.png
Imagem3.jpg

 AMIGOS DA

 NOSSA CULTURA

logo 2.png