Buscar

FRATURAS DENTÁRIAS: Ansiedade e estresse em tempos de isolamento social.

Por: Humberto de Alencar Francisco dos Passos

- Cirurgião dentista pela Universidade de Passo Fundo

- Especialista em Dentística pela ABO de Ponta Grossa/PR

- Aperfeiçoamento nas áreas de próteses sobre implantes, de prótese, periodontia e clinica integrada.

Estamos vivendo um tempo desafiador onde jamais imaginaríamos passar situações nas quais, queiramos ou não, fomos obrigados de nos afastar fisicamente das pessoas que mais amamos, tolhendo gestos de afeto e abraços calorosos, para proteger-nos mutuamente... por amor!!

Amigos, parentes, familiares, rotina!!!

Sentimos falta da rotina e do que conhecemos, sentimos medo do inimigo invisível, o qual não sabemos de onde vem, nem com quem está!!

Dentro deste contexto, vamos nos “acostumando”,como seres adaptáveis que somos, a esse novo normal!!

Porém, mesmo os mais céticos e relaxados em relação a toda essa situação, lá no íntimo de seus pensamentos, estão(estamos) vivenciando sensações e pensamentos talvez nunca imaginados!!!

Tenho presenciado em meu consultório odontológico, um número excepcional de fraturas dentárias, bem como dores dentais e dores na articulação mandibular, situações essas que vêm de encontro com alguns artigos que li recentemente, o que foi corroborado posteriormente em conversas informais com meus colegas dentistas, que também têm observado essas ocorrências amiúde em seus consultórios!

Comumente tais fraturas são recorrentes na estação do inverno, onde as baixas temperaturas nos levam a consumir alimentos mais quentes, calóricos e crocantes- como pipocas, torresminhos, pés de moleque entre outros. As fraturas estão ocorrendo em maior número também devido ao bruxismo, que nada mais é do que o ato de apertar os dentes enquanto dormimos.

O bruxismo é multifatorial, ou seja, tem várias causas, mas uma das principais é o estresse e a ansiedade que na verdade impulsionam para o desenvolvimento dessa disfunção. Assim podemos entender porque no meio da pandemia do coronavírus, na qual é natural sermos sufocados por informações que aumentam nossa ansiedade e causam estresse, havendo, a meu ver, uma correlação intima entre tais fatores.

.

Portanto, busquemos o ponto de equilíbrio nesse momento, para tentarmos neutralizar essas sensações e situações negativas!! Uma caminhada, meditação, técnicas de relaxamento, musicalização, são alguns exemplos de atitudes que podemos lançar mão para tal!!! Ah, e fé!!! Vamos passar por tudo isso com fé, para que, quando isso tudo acabar, possamos tornar-nos pessoas melhores!!!

INFORMATIVO

Veja Também

19.06.png
Lôgo - Azul-min.png
Imagem3.jpg

 AMIGOS DA

 NOSSA CULTURA