Bons_negócios-min.png

MEIGA TERRA
 

ASPÉCTOS GERAIS

 

DEMOGRAFIA

Clevelândia é uma cidade do Estado do Paraná, com área total de 704.634 km² e conta com 16.450 habitantes, dados de 2020. No censo de 2010 contava com 17.240 habitantes. Em 2018 a população estimada era de 16.671 habitantes. Sendo 12.680 eleitores aptos.

A densidade demográfica é de 24,5 habitantes por km² no território do município.

Gentílico: Clevelandense.

mapa_paraná_-_municipios.png
 

EDUCAÇÃO

ESCOLAS MUNICIPAIS

ESCOLA MUNICIPAL BENTO MUNHOZ DA ROCHA NETTO

Educação infantil e Ensino Fundamental

Bento Munhoz da Rocha Netto nasceu em 17 de dezembro de 1905 na cidade de  
Paranaguá-Pr e faleceu aos 67 anos na cidade de Curitiba-Pr em 12 de dezembro de 1973.
Foi deputado federal de 1946 a 1950, quando foi eleito governador do estado do Paraná, governando de 31 de janeiro de 1951 a 3 de abril de 1955.

Familiares do governador residentes em Clevelândia fizeram a doação de um terreno para a construção da escola. Desta forma, como homenagem a escola recebeu o nome do Governador do Estado do Paraná  Bento Munhoz  da Rocha Netto.

O prédio foi projetado e construído em convenio com o MEC e a Prefeitura Municipal de Clevelândia em 1972, na gestão do Prefeito Municipal Idevaldo Zardo, para atender estudantes de 1ª a 4ª séries. Pela portaria n° 1130/72, da Secretaria de Estado de Educação e Cultura foi autorizado o funcionamento do Curso Ginasial do Colégio São Luiz de Clevelândia para esta escola, atendendo alunos de 5ª a 8ª. Com o passar do tempo o número de estudantes diminuiu consideravelmente até ser extinta a extensão, ficando apenas o ensino de 1ª a 4ª Série.

Em 1993 através do decreto municipal nº:880/80 e resolução nº:2.190/82, foi autorizada a funcionar com quatro últimas séries do 1º:grau (5ª a 8ª séries).

WhatsApp Image 2019-06-06 at 18.39.07.jp

Bento Munhoz da Rocha Netto

WhatsApp Image 2019-06-14 at 19.42.38.jp

Em 1994 o ensino de 5ª a 8ª séries do ensino fundamental passou sob a jurisdição do governo do estado, com a denominação de Escola Estadual Jupira Guimaraes Bondervalle, que, funciona no mesmo prédio, no período matutino. A Escola Municipal Bento Munhoz da Rocha Netto – Educação Infantil e Ensino Fundamental tem autorização de funcionamento de seu estabelecimento pela Resolução nº: 2.190/82 de 27/08/82.

No ano de 2018 foi construído playground, e a escola foi restaurada.

Devido ao êxodo rural no Brasil e também no nosso município, por diversos fatores, implicando no deslocamento de famílias de agricultores e principalmente os jovens para os centros urbanos, a escola teve o número de estudantes consideravelmente reduzido, por isso passou a funcionar com salas  multisseriadas a partir do ano de 2019, para tanto, professores estão sendo capacitados através do PROJETO ESCOLA DA TERRA/MEC/SECADI  e Faculdade Municipal de Educação e Meio Ambiente de Clevelândia - FAMA.

Professoras que estiveram frente à direção deste estabelecimento de Ensino:

- 1972 à 1976 – Administrada pela Secretaria Municipal de Educação;

- 1977 – Marilene Bortolini;

- 1978 à 1983 - Administrada pela Secretaria Municipal de Educação;

- 1984 à 1987 – Mercedes Sonza;

- 1988 – Eunice Gomes;

- 1989 à 1991 – Ruth Stedille;

- 1992 à 1993 – Joerê Ferron;

- 1994 à 2007 – Maria Salete Malgarin;

- 1998 à 1999 – Margaret de Fatima Pasin Bertoglio;

- 2000 à 2002 – Cristiane Andriola;

- 2003 à 2008 – Antoninha Teixeira de Freitas Nelsi;

- 2009 à 2012 – Egidiamar Benetti Nogueira;

- 2012 à 2016 – Zilbete Rizzo da Cruz;

- 2017  - Giseli Barbieri;

- 2018  -  Sandra Alves Martins;

- 2019  - Ema Maria Goedel;

- 2021 - Patrícia Rodrigues Leandra.

Escola Bento Munhoz Rocha Neto

Distrito de Coronel Firmino Martins – Rincão Torcido
(46) 3252-1568 

 

ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA DALVA ANA BORTOLINI

Educação Infantil e Ensino Fundamental

A Escola Municipal Professora Dalva Ana Bortolini foi criada pelo Decreto nº134/94 e homologada pela Resolução número 1867/94 de seis de abril de 1994, situada na Rua Amapá, número 121, Bairro Jardim Brasília. Tem suas atividades funcionando nos turnos matutino e vespertino, ofertando a Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação Especial.

A Escola recebeu este nome em homenagem a Professora Dalva Ana Bortolini, nascida aos 03 de abril de 1948, na cidade de Espumoso, Rio Grande do Sul.  Em 1969 passou a residir em Clevelândia, iniciou sua carreira no Magistério em 30/03/69, como Professora Municipal, nomeada pelo decreto nº11/69. Faleceu no dia 29 de abril de 1991, devido a problemas de saúde.

WhatsApp Image 2021-01-25 at 10.11.17.jp
WhatsApp Image 2021-01-25 at 10.11.16.jp

A Escola tem como missão oportunizar aos educandos um ensino de qualidade, com uma proposta que exige a superação de si mesmo.

A Filosofia da Escola é formar cidadãos responsáveis e atuantes no meio em que vivem, indo em busca de seus ideais, conhecendo seus direitos e respeitando seus deveres.

Algumas professoras estiveram à frente da direção deste estabelecimento de Ensino.

A Professora Elair Artusi Meyer foi a primeira diretora, permaneceu de 1995 a 1996.

De 1997 a 1998 ocupou o cargo de diretora a Professora Maria Hyronita Araújo Terhorst.

De 1999 a 2008 a diretora foi a professora Suzana Maria Zanin Vailatti.

De 2009 a 2012 a professora Marli ZanchettDall´Asta.

De 2013 a 2015 a professora Suzana Maria Zanin Vailatti.

Em 2016 a professora Cristiane Andriola.

De 2017 aos dias atuais a professora Carla Cristina Fogolari de Ávila.

Escola Dalva Ana Bortolini

Rua Amapá

Bairro Jardim Brasilia

Telefone (46) 3252-3745

Professora Dalva Ana Bortolini

 

ESCOLA MUNICIPAL RAPHAEL POCAI

Educação infantil e Ensino Fundamental

Raphael Pocai nasceu no dia 02 de novembro de 1936 na cidade de Nova Prata-RS, filho de Emilio Pocai e Irene Dimagio Pocai, sendo o 13° filho de uma família de 15 irmãos.

Casou-se em 1960 com Lourdes Acco Pocai e teve 4 filhos: Ronaldo José Pocai, Ludimar Emilio Pocai, Ricardo Pocai e Roberto Pocai.

Em 1969 veio com sua família residir e Clevelândia, e aqui construiu a sua primeira Indústria, em 1974 abriu em Foz do Iguaçu uma filial da indústria de casas pré-fabricadas, construindo centenas de casas para os operários da construção da usina de Itaipu.

Foi vereador em Clevelândia de 1973 a 1976, tendo sido presidente da câmara no ano de 1975. Faleceu em 28 de março de 1977 aos 40 anos de idade.

WhatsApp Image 2019-06-14 at 14.42.05.jp

Raphael Pocai

WhatsApp Image 2019-06-14 at 14.43.36.jp

A Escola, que foi inaugurada no dia 09 de março de 2010, foi construída no terreno onde funcionava sua indústria, que foi doado ao município pelos familiares.  Está situada na área urbana do município, sendo a primeira a funcionar em regime integral, e atende atualmente 217 alunos. 

Como forma de homenagem, recebeu o nome de Escola Municipal Raphael Pocai.

Algumas professoras estiveram à frente da direção deste estabelecimento de Ensino:

- 2010 a 2013 - Professora Denise Maria Giunta (primeira diretora);   

- 2013 a 2016 - Professora Sandra Ferri.

- 2017 aos dias atuais - Professora Denise Maria Giunta

Escola Municipal Raphael Pocai

Rua Sete de Setembro, nº 1115, Bairro Vila Operária.

Telefone (46) 3252 4115

e-mail: escola_raphaelpocai@hotmail.com

 

ESCOLA MUNICIPAL SÃO FRANCISCO DE SALLES

Ensino Fundamental

A Escola Municipal São Francisco de Salles, recebeu este nome em homenagem ao lugar em que está situada, por ser um distrito bom de morar, onde todos se conhecem e tem um bom convívio social.

O prédio foi projetado e construído em convênio com o MEC e a Prefeitura Municipal de Clevelândia. Era Prefeito na ocasião o Sr. Nelson Eloy Petry, e Governador do Estado o Sr. Ney Braga. A escola contava com duas salas de aula e dois banheiros.

Foi inaugurada e iniciou os trabalhos à partir do ano de 1980. No ano de 1983 houve a implantação de 5ª a 8ª séries. Neste mesmo ano devido a estadualização, a escola passou a denominar-se Escola Estadual Orestes Tonet – Ensino de 1º Grau, funcionando no mesmo prédio no horário matutino.

Total de Alunos - 57 alunos

Ampliações realizadas:

- Em 1982 – Construção de 02 salas de aula, sala de direção, 01 banheiro, 01 quadra de esportes, 01 cozinha, pelo Prefeito Idevaldo     Zardo;

- Em 1999 – Construção de 01 sala de aula e cantina, pelo Prefeito Idevaldo Zardo;

- Em 2000 – Construção de 01 sala de aula, pelo Prefeito Vanderlei Valério;

- Em 2006 – Construção de 01 sala de aula, pelo Prefeito Vanderlei Valério;

- Em 2009 – Construção de 01 quadra de esportiva coberta. Construção essa realizada pelo Governo do Estado do Paraná em         

  parceria com a Prefeitura Municipal de Clevelândia.

        

Professoras que estiveram frente à Direção deste estabelecimento de Ensino.

- 1980 à 1988 - Inês Burile Tabalipa;

- 1989 à 1992 - Romilda de Fátima Branco;

- 1993 à 1996 - Inês Burile Tabalipa;

- 1997 à 2005 - Romilda de Fátima Branco;

- 2005 à 2006 - Erotildes Arruda Simonatto;

- 2006 à 2008 - Silvana Piazza Somensi;

- 2009 à 2013 - Delair Sonza da Silva dos Santos;

- 2014 à 2015 - Nelsi Natália;

- 2016 - Renilde Bortolini Dolci;

- 2017 - Delair da Silva;

- 2018 - Adriana da Silva;

- 2019 - Carolina Fonseca Machado;

- 2021 - Marcia Forgiarini. 

                                                             

Escola São Francisco de Salles

Distrito de São Francisco de Salles – São Roque, Palmital.
Telefone (46) 3252-8016 

Escola São Francis.jpg
 

ESCOLA MUNICIPAL PEDRO ALEXANDRE BROTTO

Ensino Fundamental

Pedro Alexandre Brotto nasceu em Colombo em 18/01/1996 e faleceu em Clevelândia em 28/04/1965. Casado com Ângela Scucato Brotto, teve 12 (doze) filhos dos quais se dizia orgulhoso. Homem honesto, trabalhador e progressista de Clevelândia, era destas criaturas invulgares pelo seu espirito de cooperativismo e boa vontade, pela fé grandiosa e cristã, pelo seu entusiasmo por esta cidade, de berço humilde, mas com espírito de luta e inteligência iniciou sua atividade na indústria de madeira, onde construiu um patrimônio inegável com a colaboração direta de sua família e de seus funcionários.

O Prédio que foi projetado e construído em convenio com o MEC e a Prefeitura Municipal de Clevelândia, foi inaugurado no dia 03 de agosto de 1968, passando a funcionar no ano seguinte com duas salas de aula e banheiros, sendo um masculino e um feminino. A partir de 1968 o numero de alunos sempre veio aumentando consideravelmente. Em 1997 foi implantada a Educação Infantil pela Resolução 1624 de 07/05/97.

No ano de 1978 foi implantada a 5 ° série do ensino fundamental e nos anos seguintes as outras séries do ensino fundamental e na sequencia as outras séries gradativamente. No ano de 1981 já estava funcionando do pré-escola a 8°série. Em 1993, devido a estadualização da 5 ° a 8 série passou a denominar-se Escola Terezinha Rocha- Ensino de 1° grau, funciona no mesmo prédio.

Em 2015 o colégio Estadual Professora Terezinha Rodrigues da Rocha passou a funcionar em prédio próprio, construído pelo governo do Estado do Paraná, ficando o prédio a disposição da Escola Municipal Pedro Alexandre Brotto.

 

Várias professoras tiveram a frente da direção neste estabelecimento de ensino:

1975 e 1976 – Joana Emília Petry;

1977 e 1978 – Neusa Luzzi Stahlschmit;

1979 e 1980 – Beverly S. Huffner Degasperi;

1981 à 1989 – Mercedes Sonza;

1989 à 1991 – Rosalina Maria Huffner Pardal;

1992 – Vitória Bortolini Tabalipa;

1993 à 1995 – Eli Maria Lange da Silva;

1996 – Maria Hyronita Araújo Terhorst;

1997 à 2003 – Vitória Bortolini Tabalipa;

2004 à 2008 – Elizabete Roncatto;

2009 à 2012 - Joerê Maciel Ferron;

2013 à 2016 – Tânia Maria Weber;

2017 – Kelli Ap do Amaral de Lima;

2018 – Ema Maria Goedel;

2021 - Cleci Cancian. 

Escola Municipal Pedro Alexandre Brotto

Rua Governador Moyses Lupion s/n, Bairro Soledade,

telefone (46) 3252 1866,

e-mail: escolaalexandrebrotto@hotmail.com

Alexandre Brotto.jpg
 

ESCOLA MUNICIPAL DR. ARNALDO BUSATO

Ensino fundamental (1º ao 5º ano)

 

A Escola Municipal Doutor Arnaldo Busato, foi inaugurada no dia 14 de março de 1996, na gestão do então prefeito Sadi Fazolo e do governador Jaime Lerner. A escolha do nome do patrono da escola recaiu sobre o nome de uma pessoa cujas atividades beneméritas são reconhecidas por toda a comunidade clevelandense.  Doutor Arnaldo Busato batalhou muito pela saúde e pelo bem estar da nossa sociedade. Doutor Arnaldo, criou um hospital mirim no próprio posto de saúde, onde realizou sua primeira cirurgia. Também foi considerado um dos políticos mais carismáticos da história do Paraná. Teve uma das mais brilhantes carreiras da vida pública brasileira, sendo Deputado Federal e Estadual nos anos 70.

A escola foi criada como intuito de atender famílias mais carentes da nossa comunidade. A entidade mantenedora desta escola é a prefeitura municipal de Clevelândia.

Arnaldo_Faivro_Busato.jpg
Dr Arnaldo Busato.jpg

Escola Doutor Arnaldo Busato

Av. Nossa Senhora da Luz, 1089, centro.

Telefone: (46) 3252 1877

E-mail: escola_arnaldobusato@hotmail.com

Dr. Arnaldo Busato

A partir do dia 05 de julho de 2005, foi autorizado o funcionamento do Centro Especializado, área de deficiência auditiva por tempo indeterminado. Em 10 de maio de 2006, a escola passou a ofertar atendimento na área da saúde mental oferecendo uma classe especial no período matutino por tempo indeterminado. Em dezembro de 2006, foi autorizado o funcionamento do ensino fundamental - Fase I, na modalidade educação de jovens e adultos.

A Escola funcionou em período integral com atividades em contra turno até o ano de 2006.

 

Ocuparam cargo no corpo docente e administrativo desta escola:

1996 – presidente Ana Maria Fazolo, diretora pedagógica Jussara Helena Sardá;

1997 a 1998 – diretora  Jussara Helena Sardá;

1999 a 2006 – diretora Elicinéia Pacheco Mathias;

2009 - diretora - Rozeliane Dlugoss;

2010 a 2011 – diretora Vaine Mari Dolci;

2012 a 2016 – diretora Rejani Arruda Rossini;

2017 a 2020 -  Marli Zanchet Dall Asta;

Atuelamente - diretor Luiz Gustavo Borba.

 

ESCOLA MUNICIPAL ANTONIO MARCELINO PONTES

Educação Infantil e Ensino Fundamental

 

Por volta de 1886, veio de São Paulo, o professor Antônio Marcelino Pontes, primeiro professor de Clevelândia, não passou muito tempo, obteve dos clevelandenses a admiração que fazia jus. Chamavam-no de “seu Mestre”, ou professor Mestrinho.

A existência desta escola em Clevelândia, segundo informações advindas de moradores antigos, por volta de 1934, segundo também o primeiro estabelecimento de ensino criado no município e por vários anos teve o nome de Grupo Escolar De Clevelândia.

Funcionou em diversos locais da cidade. O atual prédio foi iniciado no governo do Dr. Bento Munhoz da Rocha e concluído na gestão do Dr.Adolpho de Oliveira Franco em 1995. Mais tarde, denominou-se Grupo Escolar Professor Antônio Marcelino Pontes.

 Em 25 de maio de 1983, devido a implantação de novas reformas de ensino, passa a denominar-se Colégio Estadual João XXIII incorporando a Escola Marcelino Pontes.

Com a Lei de Diretrizes e Bases para Educação, Lei 9394/96, que municipaliza as escolas de 1°Grau, o ensino de 1ª a 4ª série, do Colégio Estadual João XXIII, passa a ser de responsabilidade do município, através da Resolução nº1229/99 de 23/03/1999 e volta a usar a denominação de Escola Municipal Professor Antonio Marcelino Pontes – Educação Infantil e Ensino Fundamental em retomada ao antigo nome do estabelecimento.

Mestrinho.jpg

Antonio Marcelino Pontes

Marcelino%20Pontes_edited.jpg

Hoje funciona em parceria com a Faculdade FAMA - Faculdade Municipal de Educação e Meio Ambiente.

Atualmente a escola está sob a direção da professora Taís Zampiei Ajaújo, atendendo cerca de 433 alunos.

Escola municipal Antonio Marcelino Pontes

Rua. Coronel Manuel Ferreira Belo 461, centro.

Telefone: 3252 3536.

 

ESCOLA MUNICIPAL ANTÔNIO ROCHA LOURES 

Educação Infantil, Ensino Fundamental (séries iniciais), Educação Especial, e Educação em Tempo Integral.

 

O Grupo Escolar Antônio Rocha Loures, recebeu este nome em homenagem ao Prefeito Municipal Antônio da Rocha Loures, um homem honesto, trabalhador e que muito contribuiu com o progresso de nosso município.

O prédio foi projetado e construído pela firma APM Construções LTDA. Era prefeito na ocasião o Sr. Nelson Eloi Petry e governador do Estado Sr. Jaime Canet Júnior. Foi inaugurado no dia 10 de abril de 1978.

Em 1998 foi construída uma quadra poli esportiva com recursos da prefeitura.

Em 1999 foi construida uma sala de aula sendo que na ocasião era Prefeito o Sr. Idevaldo Zardo com recursos da Prefeitura Municipal.

A primeira diretora foi a professora Marlene Ema Guarda e as primeiras professoras foram: Marilu Moreira Cora, Heloísa Borges, Joana Zelinda Bufon, Raquel da Silva.

 Em seu primeiro ano de funcionamento em 1979, passou a funcionar em três períodos às 8 horas as 11horas; das 11 às 14 horas e das 14 às 17 horas. Devido à deficiência de espaço físico e ao elevado número de alunos. O prédio era composto por quatro salas, sendo uma sala de aula uma secretaria, uma cozinha e dois banheiros.

Em junho de 1979, foi fundada a A.P.P. a mesma teve como presidente o Sr. Isalino Ferreira de Silva.

Em 10 de março de 1997 em assembleia geral foi eleita a nova Unidade Executora da escola devido aos recursos financeiros virem direto para a escola, tendo como presidente a diretora Anna Alice Cora de Souza. No ano de 1993 o Grupo Escolar Antônio Rocha Loures, passou a denominar-se Escola Municipal Antônio Rocha Loures – Ensino de 1º Grau. Em 31 de agosto de 1998 atendendo a determinação do Conselho Federal de Educação e seguindo a deliberação 003/98 estabelecida pelo Conselho estadual de Educação passou a denominar-se Escola Municipal Antônio Rocha Loures Educação Infantil e Ensino Fundamental.

Em 1999 implantou-se o Programa de Adequação Idade Serie - Correção de Fluxo, devido à demanda de alunos que se encontravam em idade avançada não correspondendo com a série frequentada.

Rocha Loures.jpg

Em 2000 implantou-se neste Estabelecimento de Ensino a Classe Especial, através da Resolução nº 4.614/02, devido à defasagem de aprendizagem encontrada em alguns alunos, sendo que os mesmos necessitavam de um atendimento mais individualizado, neste mesmo ano foi implantado a Educação Infantil, autorizada a funcionar através da Resolução nº : 2.419/97.

A escolha da Gestão Escolar em nosso município é realizada através da indicação do Executivo.

Hoje com sete salas atende uma clientela de aproximadamente 129 alunos.

Em 2008 conforme lei n ª 11.264 foi implantado gradativamente o Ensino Fundamental de nove anos.

Várias professoras tiveram a frente da direção deste estabelecimento de ensino:

1978 a 1984 – Marlene Ema Guarda;

1985 – Vitória Bortolini Tabalipa;

1986 a 1988 – Sandra Margarete Huffner;

1989 a 1991 – Vitória Bortolini Tabalipa;

1992- Nelsi Natalia Ihabuinski;

1993 a 1998 – Anna Alice Cora de Souza;

1999 a 2008 – Rosa Maria Pacheco

2009 a 2012 - Ivete Gollub Inocêncio

2013 a 2015 - Antoninha Teixeira de Freitas

2016 - Nelsi Natalia Ihabuinski

2017 aos dias atuais – Egidiamar Benetti Nogueira

 

Rua Sete de Setembro S/N, Bairro Sinval Martins.

E-mail  rochaloures2015@hotmail.com.

telefone: (46) 3252-3991

CMEIs

GRAÇA APARECIDA RIBEIRO PACHECO

Atende crianças de 0 meses a 5 anos, em período integral, sendo que o horário de funcionamento é das 8 horas às 17 hora.

 

O Centro Municipal de Educação Infantil Professora Graça Aparecida Ribeiro Pacheco, recebeu este nome em homenagem a professora Graça Aparecida Ribeiro Pacheco, por ser educadora nesse município, por muito tempo. O prédio foi construído na gestão do Prefeito Municipal Vanderlei Valério, no ano de 2006. Iniciou suas atividades no dia 03 de março de 2008.
O Centro Municipal de Educação Infantil Professora Graça Aparecida Ribeiro Pacheco, tem como mantenedora a Prefeitura Municipal, o referido centro foi construído nesse bairro por se tratar de uma localidade onde as pessoas residentes são mães trabalhadoras operárias e por conta disso necessitam que seus filhos recebam cuidados e educação adequada enquanto trabalham.

 

Teve as seguintes diretoras:
Rejani Arruda Rossini;

Márcia Douglas;

Márcia Ponzoni;

Elisandra Martins Sandini;

Kelli Aparecida Do Amaral de Lima;

Centro Municipal de Educação Infantil Professora Graça  Aparecida

Ribeiro Pacheco, está localizada no Bairro Vila  Operária,

Rua Piragibe de Araújo, S/N.
 

ribeiro Pacheco.jpg

LAR BOM SAMARITANO

Atende crianças de 0 meses a 5 anos, em período integral, sendo que o horário de funcionamento é das 8 horas às 17 horas.


O Centro Municipal de Educação Infantil Lar Bom Samaritano, atende aproximadamente 40 famílias residentes nos bairros próximos. O Centro Municipal de Educação Infantil Lar Bom Samaritano recebeu este nome em homenagem a comunidade do bairro, porque Samaritano significa ser bom, cooperativo, participativo e principalmente caridoso quando se trata de ajudar nas questões sociais.
O Centro iniciou suas atividades no dia 17 de fevereiro de 2003. O prédio foi construído na Gestão do Prefeito Idevaldo Zardo, em 1987, com auxílio do Governador do Estado do Paraná Álvaro Dias.

 

Diretoras que atuaram ao longo do tempo:

Zeli Daneluz;

Rosa Mar