Buscar

Os Zíngaros nos Carnavais de Clevelândia

Por: Marilucia Zanchet

Formada em Publicidade e Propaganda, professora de Língua portuguesa e Sociologia.

Participou do grupo Zíngaros nos dois primeiros anos.

A década de 70 tão marcante e sempre lembrada por tantas gerações pelo mundo todo continua na lembrança daqueles que viveram a época.


Corria o ano de 1977, quando um grupo de jovens de Clevelândia animados a brincar o carnaval resolveram criar um bloco carnavalesco, e inspirados na alegria contagiante dos ciganos por suas danças e músicas alegres ,no dia 09/07/1977 nasceu o bloco Os Zíngaros. No início com 40 integrantes que entraram no clube Cultural Clevelandense vibrantes com evoluções coreográficas e ao som da música Bandeira Branca brilharam num show de alegrias e a diversão foi contagiante,com torcida organizada (principalmente as mães, familiares dos integrantes) apitos, confetes e serpentinas. Havia outros blocos e a competição surgiu, (quase parecendo concurso de escola de samba) a avaliação seria as fantasias, maquiagem, adereços e a organização do grupo.E em meio a purpurinas, paetês, fitas e muitos metros de tecidos os integrantes se revezavam nas agulhas para a confecção das fantasias, um pouco era feito na casa do presidente do bloco sob a supervisão da dona Inês, saudosa lembrança,e outras em costureiras da cidade.

Nos carnavais seguintes o bloco foi crescendo e chegou a ter 80 foliões credenciados com carteirinha de integrantes do bloco carnavalesco como manda a boa organização. No primeiro ano os Zíngaros foram campeões e a fama dos carnavais de Clevelândia se espalhou pela região. Foram quatro animados e inesquecíveis carnavais , as fantasias nunca se repetiram, uma noite sempre com referência aos Ciganos e também uma das noites fantasia de Baiana,as de palhaços e cartola durante os anos foram alternadas com outros tipos de personagens.Nesses quatro anos três vezes campeões.(não sei o porquê não foi os 4, mas enfim e também não sei quem eram os julgadores). E a amizade entre os integrantes foi crescendo, casais que não namoravam começaram o namoro e até contraíram matrimônio e deram origem a uma família.


E como a vida é feita de momentos chegou a hora de cada um seguir seu caminho em busca dos sonhos e as realizações profissionais, e decisão tomada seguiram pelo Brasil a fora e até fora do país tem componente dos Zíngaros morando. E os carnavais não foram mais os mesmos, mas na memória os momentos vividos da história dos carnavais onde os Zíngaros se destacavam pela beleza das fantasias repletos de animação permanece.


E o sentimento de reencontrar os amigos,voltar no tempo e reviver os gloriosos carnavais aflorou, e logo a tecnologia foi acionada abrindo a possibilidade de reaproximar amigos de longa data. Com contato restabelecido o longe ficou perto e a cada dia surgem novas conversas, novas lembranças mais um amigo de longe é resgatado e diminui um pouco a saudade ao ouvir a voz que não se ouvia a tempos. Ah o tempo... seguindo em frente e cada um escrevendo sua história e o dia de celebrar novo reencontro no carnaval de 2022 para muitos abraços emocionados, risos e até choro, porque não, já que alguns partiram antes do tempo, mas ainda presentes nas melhores lembranças,a possibilidade existe, já está no imaginário resgatar o carnaval em Clevelândia, e pode ser real e as amizades separadas pela distância e os velhos carnavais continuarão seguindo fazendo histórias sem ponto final....




767 visualizações

INFORMATIVO

Veja Também

Imagem1.jpg
09.2020.png
Imagem3.jpg

 AMIGOS DA

 NOSSA CULTURA

logo 2.png